]]>
]]>

Manutenção em instrumentos de medição

A diferença entre manutenção corretiva e preventiva em instrumentos de medição está na durabilidade, tempo e impacto dos instrumentos no dia a dia.

Manutenção Preventiva

É necessária quando o instrumento é constantemente usado e possui leves desgastes. Consiste em:

Manutenção Corretiva

É necessária quando o instrumento deixa de funcionar ou sofre danos que comprometem a sua utilização. Exemplos:

IMPORTANTE: Todo e qualquer ajuste realizado após a certificação anula a calibração anterior. Por isso, a Calibratec trabalha com lacres de garantia: após as manutenções, uma nova calibração deve ser contratada.


SERVIÇOS DE GESTÃO METROLÓGICA

Quando uma indústria de produção em massa contrata a Calibratec para prestação de serviços de manutenção, estipula-se um prazo para o envio dos instrumentos de medição, independente de sua condição de uso.

Em nossas instalações ou in loco, avaliamos as condições dos instrumentos, encaminhando-os para o processo de manutenção, sempre com orçamento prévio.

A função da Gestão Metrológica é estipular um prazo estipulado entre as duas direções, criando uma cadeia rotativa, somada ao fluxo de produção da indústria dentro do calendário produtivo.

Junto a um posto de ferramentas, a indústria alimenta seus profissionais com instrumentos ajustados. Com a certificação de calibração, a indústria tende a ter instrumentos com uma vida útil mais longa.

Pode-se usar o termo de Manutenção Preventiva ou Corretiva, que está associada ao mal manuseio do instrumento, quedas e interferências de qualquer tipo. Caso o prazo estipulado e os instrumentos de estoque ou reservas também estiverem danificados, a manutenção corretiva está dentro dos conformes.

A Manutenção Corretiva geralmente se dá o acaso de o instrumento deixar de funcionar ou sofrer danos que comprometem a sua utilização. É por diversas vezes uma solução rápida e eficaz.

Histórico da Manutenção de Intrumentos de Medição

As primeiras indústrias de controle de processos contavam com indicadores e elementos de controle. As válvulas eram monitoradas por um operador que passava em todas as malhas de controle e ajustava a abertura ou fechamento das mesmas para obter a variável desejada.

No Brasil, antes mesmo do término do período considerado de implantação das indústrias em território nacional (1930), já se notava a demanda por qualidade nas manufaturas e produções em massa. Com isso o segmento da manutenção de instrumentos de medição não era apenas uma alternativa, mas uma solução na gestão de uma área ainda desconhecida, mas que com o passar do tempo, com as inovações tecnológicas, tornou-se um setor vital na indústria.

Neste mesmo período foi promulgada a primeira legislação nos moldes de uma “Lei de Metrologia”, que se converteu em uma grande aliada aos controles de processo. Com isso, a manutenção preventiva dos instrumentos de medição tendeu a ser uma preocupação necessária neste ramo da economia brasileira, crescendo muito até esta data das implantações, e dando espaço para a nossa Revolução Industrial (1930-1956).

Inicialmente, a manutenção era feita na própria indústria, com profissionais que atuavam como colaboradores. A demanda de produção maciça, os avanços da tecnologia, a ampliação dos instrumentos pneumáticos e eletrônicos originaram uma classe de profissionais especializados em manutenção de todos os portes.
As indústrias passaram a terceirizar essa mão de obra, que pelo alto crescimento do mercado eram treinadas pelos próprios fabricantes, credenciando e fornecendo peças de reposição. Isso originou uma nova ramificação de empresas parceiras das indústrias, que reciclam até hoje seus profissionais. Nesse sentido, a Calibratec iniciou suas atividades em 1983, qualificando sua equipe de profissionais com habilidades técnicas em potencial.

A indústria que mantém sua área de metrologia gerenciada desde o momento da compra de seus instrumentos de medição, investe em manutenções preventivas e calibrações com periodicidade, estipuladas pelas normas brasileiras, economiza a verba do setor de compras e qualifica o produto final. Sua produção não sofre qualquer risco ou interferência relativa a instrumentos mal dimensionados, seja por desgaste ou falta de ajustes, problemas de vazamentos, sobrecargas, superaquecimentos, queima de circuitos internos, elétricos ou termostáticos, que relativamente resultam em perdas e retrabalho dos produtos finais.

Poupe seu tempo e dinheiro! A Calibratec garante este processo de qualidade dentro de indústrias de qualquer porte, em pequenas, médias ou grandes instalações, laboratórios, e atende toda a gama de instrumentos de medição.

Confira aqui o escopo de serviços e as áreas de atuação de nossa empresa.

Não perca tempo, faça agora mesmo sua cotação.

  • Unidade São Paulo / SP – (11) 3133-0700
  • Unidade Contagem / MG – (31) 3398-9022
  • Unidade Uberlândia / MG – (34) 3231-0644
  • comercial@calibratec.com.br